Avaliação da qualidade hídrica de um rio do semiárido piauiense

Autores

  • Flávia Nycaelle Leal Costa
  • Ykaro Richard Oliveira
  • Paulo Henrique da Silva
  • Paulo Michel Pinheiro Ferreira
  • Ana Carolina Landim Pacheco
  • Maria Carolina de Abreu

DOI:

https://doi.org/10.24221/jeap.3.2.2018.1828.218-225

Resumo

O rio Guaribas foi a principal fonte de renda para a população de Picos, entretanto, a ação antrópica desencadeou mudanças no referido corpo d’água. Assim, o objetivo deste artigo foi averiguar a qualidade de amostras de água do rio Guaribas, coletadas em diferentes pontos no perímetro urbano do município de Picos-PI. Os parâmetros físico-químicos e bacteriológicos analisados foram: alumínio, alcalinidade total, dureza total, potencial de hidrogênio, turbidez, coliforme totais e coliformes fecais. As análises físico-químicas foram realizadas por meio de titulação, potenciômetro e turbidímetro. As analises microbiológicas foram realizadas através do método dos tubos múltiplos. Foram percebidas variações nos parâmetros, principalmente entre a área de menor interferência humana (P0) e o ponto de coleta após a área urbanizada da cidade (P2), onde neste, os maiores valores percebidos foram: 0,5mg.L para o alumínio (número acima do aceitável); 326 mg.L para a dureza; 19,8 UNT para a turbidez; pH levemente ácido (8,1); além do mais, foi percebida a presença de Escherichia coli na maioria do material coletado. Logo, foi possível concluir que q interferência humana através de dejetos de hospitais, esgotos domésticos e resíduos sólidos, afetaram diretamente a qualidade da água do rio estudado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-04-12