Uma estratégia para o ensino de modelos atômicos baseada nos três momentos pedagógicos

Autores

Palavras-chave:

Modelos Atômicos, três momentos pedagógicos, Ensino de Química

Resumo

Este estudo apresenta o uso de uma estratégia para o ensino de modelos atômicos, baseando-se na teoria dos três momentos pedagógicos, com adoção de métodos indutivos e investigativos. No total de cinco aulas, os modelos atômicos de Dalton, Rutherford e Rutherford-Bohr foram ensinados. Três questionários foram aplicados durante diferentes momentos: antes das atividades, após as cinco aulas e seis meses depois. Os resultados indicam que os estudantes tinham concepções equivocadas sobre “matéria” e “átomos” inicialmente, sendo também incapazes de estabelecer conexões entre esses termos e o mundo macroscópico. Após todas as atividades terem sido realizadas usando esse método, os questionários mostraram que os estudantes passaram a compreender melhor os conceitos de “matéria” e “átomos”. Baseando-se nas ideias de Ausubel, uma parte considerável dos estudantes demonstrou aprendizagem significativa, especialmente no que se refere a formar uma conexão entre os mundos microscópico e macroscópico. Apesar das limitações encontradas nessa estratégia, consideramos que a frequência dos estudantes nas cinco aulas é fundamental para a evolução das ideias e os docentes precisam ter acesso a uma estrutura básica, caso queiram reproduzir a experiência, que os permita realizar atividades experimentais e simulações, como laboratórios didáticos, computadores e acesso à internet.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-07

Como Citar

Carriello, G. M., Pegoraro, G. M., Batista, J. R. D., Filho, J. F., & Junior, J. B. dos S. (2021). Uma estratégia para o ensino de modelos atômicos baseada nos três momentos pedagógicos. Revista Debates Em Ensino De Química, 7(1), 166–185. Recuperado de http://www.journals.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/3743

Edição

Seção

Debates em Ensino e Aprendizagem da Química