Metodologias ativas na educação profissional e tecnológica: uma ferramenta no ensino de análise instrumental

Autores

Palavras-chave:

Metodologias Ativas, Análise Instrumental, TIC’s, Educação Profissional,

Resumo

O ambiente escolar deve ser um lugar instigante, loco de muita curiosidade, conhecimento e fruto de muitas inovações e de alunos e professores motivados. Entretanto, constantemente a escola é vista como local de rotina, onde a maioria dos alunos demonstram desinteresse pelas aulas, e os professores se mostram cômodos a tal situação. A educação profissional, busca desenvolver além das competências técnicas, habilidades como, a iniciativa, autonomia, responsabilidade, capacidade de decisão e, principalmente, o trabalho em grupo. Assim, o uso de metodologias ativas nas aulas, corrobora com essa formação, pois o aluno se torna protagonista do seu conhecimento. Nesta perspectiva, este trabalho tem como objetivo relatar o uso de metodologias ativas aliadas as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) no ensino de Análise Instrumental do curso Técnico em Química do Programa de Educação Básica articulada com a Educação Profissional (EBEP) da Escola SENAI de Itumbiara/GO. Neste estudo adotou-se a abordagem qualitativa e a avaliação foi realizada em todos os encontros com diferentes estratégias, e ao final, para saber a opinião dos alunos acerca das ferramentas educacionais utilizadas foi aplicado um questionário. A partir das avaliações dos alunos, obtidas nos questionários, pode-se afirmar que o uso das metodologias ativas junto com as TIC’s, tornou as aulas mais dinâmicas, bem como desenvolveu um papel de proatividade no aluno refletindo no conhecimento adquirido. Além disso, durante as aulas, a metodologia reforçou o trabalho em equipe pois, os alunos aprendem a conviver em grupo e a respeitar os pontos de vista diferentes dos colegas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra Timóteo Cardoso, Universidade Federal de Goiás (UFG).

Departamento de Química.

Graziela Dias Ferreira Sant’Ana, Escola SENAI unidade Itumbiara-GO

Instrutor de Educação Profissional e Tecnológica no Departamento de Química do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) na unidade escolar de Itumbiara-GO.

Jéssyca Lourraine Garcia Eugênio, Escola SENAI unidade Itumbiara-GO

Supervisora Pedagógica do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) na unidade escolar de Itumbiara-GO.

Rogério Pacheco Rodrigues, Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

Instrutor de Educação Profissional e Tecnológica no Departamento de Química do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) na unidade escolar de Itumbiara-GO.

Valdecy Inácio da Costa Neto, Escola SENAI unidade Itumbiara-GO

Supervisor de Educação no Departamento de Química do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) na unidade escolar de Itumbiara-GO.

Downloads

Publicado

2021-08-05

Como Citar

Cardoso, A. T., Sant’Ana, G. D. F., Eugênio, J. L. G., Rodrigues, R. P., & Neto, V. I. da C. (2021). Metodologias ativas na educação profissional e tecnológica: uma ferramenta no ensino de análise instrumental. Revista Debates Em Ensino De Química, 6(2), 114–132. Recuperado de http://www.journals.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/3121

Edição

Seção

Debates em Ensino e Aprendizagem da Química